Notícias

CRIs e CRAs respondem por 24% das emissões de valores imobiliários em 2020

Hub Imobiliário – terça-feira, 09 de fevereiro de 2021

A ABSia (Associação Brasileira de Securitizadoras Imobiliárias e do Agronegócio) registrou a emissão de 271 CRIs e CRAs em 2020, ou 20% de um universo total de 1362 de títulos ou valores imobiliários emitidos no país – contemplando ações, debêntures, BDR, notas promissórias, CRI, CRA, FIDC, FII e FIP. Os dados de janeiro a dezembro apresentaram um ótimo resultado, especialmente se considerarmos o ano da pandemia, com crescimento de 22% no total de emissões de CRIs e uma ligeira queda nas emissões de CRAs. Leia mais

CRIs e CRAs representaram 20% das emissões de 2020

Investidor Institucional – terça-feira, 09 de fevereiro de 2021

Das 1.362 emissões realizadas no Brasil em 2020, 20% vieram das áreas imobiliária ou do agronegócio. Isso equivale a 271 emissões vindas desses dois segmentos, sendo 215 de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) e 56 de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRAs). O número total inclui ações, debêntures, BDR, notas promissórias, recebíveis imobiliários, recebíveis do agronegócio, fundos de direitos creditórios, fundos imobiliários e fundos de participações. Leia mais

Securitizadoras aguardam nova norma para impulsionar negócios do setor

Migalhas UOL – sexta-feira, 4 de dezembro de 2020

É necessário estabelecer uma nova voltada ao segmento que esteja em sintonia com as práticas e os desafios específicos do mercado de securitização. Desde sua criação em 1997, o novo Sistema de Financiamento Imobiliário – SFI (lei 9.514/97) vem cumprindo o papel de aproximar o mercado de valores mobiliários à setores importantes da economia. É o caso do segmento imobiliário e do agronegócio (incluído na lei 11.076/04), que necessitam de recursos de longo prazo para a execução de suas atividades e se valem da emissão de CRIs e CRAs para financiar seus negócios. Leia mais